PESQUISA NESTE SITE:

5 de julho de 2017

BAHIA - Mais de 115 mil pés de maconha são destruídos em Mirangaba,

Plantações foram descobertas na zona rural de Mirangaba, a 370 quilômetros de Salvador.

               Mais de 115 mil pés de maconha foram destruídos na zona rural de Mirangaba no Estado da BAHIA, cidade a 370 quilômetros de Salvador-BA. A informação foi divulgada nesta Terça-feira (170704).

               De acordo com o delegado Eduardo Brito, responsável pela 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior - COORPIN, com sede em Jacobina-BA, equipes da unidade localizaram duas plantações durante operação de combate ao tráfico de drogas.


               Segundo ele, a primeira ficava no Povoado de Trincheira, com aproximadamente 100 mil pés da droga. A outra, com outros 15.000 pés, ficava em uma fazenda na localidade Lagoa da Cana Brava
               A operação ocorreu no última Quarta-feira (170628).

               Ainda de acordo com Eduardo Brito, os policiais foram recebidos a tiros por um grupo de homens que cuidava da droga. Houve confronto, mas os bandidos conseguiram fugir.

               Além da maconha, os policiais apreenderam também sementes e armas de fabricação caseira. As plantações contavam com sistema de irrigação e, nas imediações, havia um acampamento com estoque de alimentos.

               De acordo com a Polícia Civil, o delegado Eduardo Brito instaurou inquérito para identificar o proprietário da droga e das áreas onde os pés de maconha estavam sendo cultivados.

               O material apreendido foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica - DPT, onde passará por exames periciais.




               Com Informações de: G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!
Seu nome e sua cidade é muito importante!

UNAIENSES - DESTAQUE - 2017

UNAIENSES - DESTAQUE - 2017
Certificado de Destaque do ano

GRUPO LEIA UNAÍ

GRUPO LEIA UNAÍ
Participe também via Whats do nosso Grupo de Notícias

GRUPO FALA UNAÍ

GRUPO FALA UNAÍ
Participe também do Grupo Público no Whats

LEIA UNAÍ

LEIA UNAÍ

FALA UNAÍ

FALA UNAÍ