PESQUISA NESTE SITE:

domingo, 18 de junho de 2017

UNIVERSAL - Jovem portadora de síndrome rara conta como descobriu que não possuia vagina

Aos 16 anos, ela passou por um check-up, que atestou a Síndrome de Rokitansky, que afeta uma em cada cinco mil mulheres.


Joanna Giannouli (27 anos) é portadora da Síndrome de Rokitansky, que consiste na ausência de vagina, colo do útero, útero e ovários.

              Portadora de uma doença rara, a jovem Joanna Giannouli, 27 anos, nasceu sem útero e vagina. Aos 16 anos, ela foi diagnosticada com síndrome de Rokitansky e, em uma entrevista à rede de TV inglesa BBC News, a jovem contou como vive com essa limitação.

              Visualmente, o problema não é detectável, já que as alterações causadas pela síndrome afetam o sistema reprodutivo, impedindo que ela tenha filhos. Joanna conta que, tão difícil quanto aceitar o problema, foi se dar conta que poderia perder as pessoas que ama por causa da doença. A jovem foi abandonada pelo noivo aos 21 anos quando contou que sofria do problema.

“Tudo isso pertence ao passado e estou bem agora”
              Garante ela, que mantém um outro relacionamento há cinco anos.

“Ele soube desde o início e escolheu ficar comigo. Sabe que nosso futuro não terá crianças. Ele está OK com isso e eu também”
              Afirma.

              Joanna lembra que, durante muito tempo, não falava sobre o assunto porque sua mãe sentia-se culpada pela doença.

              Foi a mãe, inclusive, quem desconfiou que a filha tinha algo errado.

“Ela me levou ao médico quando eu tinha 14 anos porque eu não estava menstruando. Ele não me examinou porque não queria tocar minha genitália”
              Lembra a jovem.

              Aos 16 anos, ela passou por um check-up, que atestou a Síndrome de Rokitansky, que afeta uma em cada cinco mil mulheres.

“Os médicos descobriram que eu não tinha canal vaginal e sofria da Síndrome de Rokitansky. Tinha nascido sem uma vagina funcional e os médicos tiveram que construir uma para mim para que eu pudesse ter relações sexuais.”
              Disse.

Conheça a síndrome de Rokitansky:
              As mulheres que sofrem da doença nascem com vagina, colo do útero e útero subdesenvolvidos ou inexistente;

              Nessas mulheres, a genitália externa é desenvolvida, inclusive com pelos pubianos;
              Um dos sinais mais evidentes da síndrome é a falta de menstruação;
              O sexo é difícil por conta da profundidade reduzida do canal vaginal.

              Com Informações de: ODemOcrata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Educação e o bom linguajar é a base de tudo!
Evite a crítica desconstrutiva, racismo violência, discriminação e assim evitará a exclusão de seu comentário!
O autor.

20 de Julho: Dia do Cosplay

Imagens e Frases de Dia do Cosplay